close
Negocios

Guia completo sobre IPVA 2019: Informações importantes por estado

Guia completo sobre IPVA 2019: Informações importantes por estados

O começo do ano é sempre pequeno para o nosso bolso, já que é hora de pagar alguns impostos, como o IPVA.

Se você possui um veículo, então é importante tirar todas as suas dúvidas sobre esse imposto anual. Quanto mais informado você estiver, menos erros ocorrerá, como a perda do prazo de pagamento, por exemplo.

Mas o que é o IPVA? Quanto custa? Como pagar isso? Aposto que você já fez pelo menos uma dessas perguntas.

É por isso que reuni neste artigo as principais questões sobre o IPVA, para que não haja dúvidas no final e você nunca mais se perderá no assunto.

O que é o IPVA?

IPVA significa Imposto sobre a propriedade de veículos automotores, um imposto estadual que é usado pelo estado para remeter dinheiro de uma porcentagem sobre os valores dos carros das pessoas, independentemente do tipo de veículo.

A coleta é feita por cada estado individualmente, ou seja, o valor geralmente varia de estado para estado. Do total arrecadado, 50% é destinado ao próprio estado, enquanto o restante pertence ao município em que o veículo foi plantado.

Quanto custa o IPVA?

Como eu disse no tópico anterior, o valor varia de estado para estado e é calculado com base no valor do veículo.

A alíquota também varia de estado para estado e é determinada por cada governo e seus próprios critérios.

O IPVA pode ser pago à vista ou parcelado. Se você optar por dividir, considere as datas de pagamento final de cada parcela. Essas datas podem ser diferentes dependendo do estado e variam de acordo com o dígito final da placa.

Também é possível obter um desconto se você pagar o valor total até a data estabelecida para o pagamento do imposto em um único lote. Se você não respeitar este prazo, você não terá direito ao desconto.

O valor do desconto também varia de estado para estado.

A taxa de IPVA de 2019

acre

As alíquotas do IPVA para veículos terrestres são:

  • 2% (dois por cento) para carros de passeio, incluindo esportes e corridas, assim como para caminhões de uso misto e veículos utilitários.
  • 1% (um por cento) para veículos mencionados na subseção I, objeto de permissão para transporte público de passageiros, na categoria de táxi.
  • 1% (um por cento) para outros veículos motorizados, incluindo motocicletas e ciclomotores, registrados no órgão responsável pelo gerenciamento de tráfego, ou no Ministério da Fazenda.

Alagoas

Veja as alíquotas do IPVA 2019 em Alagoas abaixo:

  • 1% para ônibus, microônibus, caminhões, aeronaves e barcos.
  • 2% é o valor para motos e similares, vans e afins ficam com 2,5%.
  • O restante dos veículos ficou com um cálculo de alíquota de 2,5%.

OBS: Veículos com mais de 20 anos de fabricação estão isentos do pagamento do IPVA 2019 de Alagoas.

Amazon

As alíquotas do IPVA 2019 no Amazonas são:

  • 3% para carros, caminhões, barcos recreativos e até esportivos, além de aeronaves não comerciais.
  • 1,5% é para ônibus, ônibus, caminhões, motocicletas e similares.

OBS: Veículos com mais de 15 anos de fabricação estão isentos do pagamento do IPVA 2019 do Amazonas.

Amapá

As alíquotas do IPVA 2019 no Amapá são:

  • 3% para carros e vans.
  • 1,5% para caminhões, ônibus e motocicletas.
  • 0,5% para aeronaves.

Bahia

As alíquotas do IPVA 2019 na Bahia variam de acordo com o valor do seu carro. Além disso, os preços das alíquotas variam de 1% a 6% sobre o valor do seu carro.

Veículos com mais de 15 anos de fabricação estão isentos do pagamento do IPVA na Bahia.

Ceará

O valor do IPVA 2019 do Ceará é calculado pela própria alíquota sobre o valor do veículo.

No caso de veículos com mais de 15 anos de fabricação, além dos veículos de entidades filantrópicas registradas, veículos alugados, veículos oficiais e veículos adaptados para portadores de deficiência física, estão isentos do pagamento do IPVA no Ceará.

Distrito Federal

As alíquotas do IPVA 2019 na Cidade do México são:

  • 1% será deixado para veículos de carga.
  • 2% será a taxa para motos e similares.
  • Os 3% serão a taxa para carros como vans, carros e utilitários.

NOTA: Veículos com mais de 15 anos de fabricação estão isentos do pagamento do IPVA 2019 no Distrito Federal.

Espirito Santo

As alíquotas do IPVA 2019 no Espírito Santo são:

  • 2% para carros e veículos utilitários;
  • 1% para motos, caminhões, microônibus e ônibus.

Goiás

As alíquotas do IPVA 2019 em Goiás são:

  • 1,25% para ônibus, microônibus e também para caminhões
  • 2,5% permanece para carros de até 100 deslocamentos e motocicletas.
  • O 3,45% é o valor da alíquota para vans e utilitários.
  • O 3,75% é o valor para carros com mais de 1.000 deslocamentos.

NOTA: Veículos com mais de 10 anos de fabricação estão isentos do pagamento do IPVA 2019 em Goiás.

Maranhão

As alíquotas do IPVA 2019 no Maranhão são:

  • 1% para ônibus, ônibus, caminhões e o cavalo mecânico.
  • 1,5% para aeronaves.
  • 2% para motos e similares.
  • 2,5% para qualquer outro veículo automotivo.

Minas Gerais

As alíquotas do IPVA 2019 de Minas Gerais são:

  • 4% das alíquotas são o valor para calcular carros utilitários e de uso misto.
  • 3% é deixado para caminhões de carga e vans.
  • 2% para carros de uso público, como táxis.
  • 2% das alíquotas também são alocadas em motocicletas e derivativos.
  • 1% para veículos de aluguel, isto é, a pessoa jurídica.

Mato Grosso

As alíquotas do IPVA 2019 em Mato Grosso são:

  • 2% para automóveis de passageiros, carga ou mista, com potência de até 1.000 metros cúbicos cúbicos;
  • 2,5% para moto, ciclomotor, triciclo, quadriciclo, scooter com potência superior a 180 até 300 metros cúbicos cúbicos;
  • 2,5% para veículos utilitários;
  • 3% para motos, ciclomotores, triciclos, quadriciclos, scooters com potência superior a 300 a 600 metros cúbicos cúbicos;
  • 3% para veículo terrestre, carga ou mista, jipe, pick and truck com cabine fechada ou dupla, veículo aéreo, veículo aquático e outros veículos não especificados;
  • 3,5% para motocicleta, ciclomotor, triciclo, quadriciclo, scooter com potência superior a 600 metros cúbicos cúbicos;
  • 4% para veículos de competição.

Mato Grosso do Sul

As alíquotas do IPVA 2019 em Mato Grosso do Sul são:

  • 2% para motocicleta, triciclo, quadriciclo, caminhão com qualquer capacidade de carga, ônibus ou micro-ônibus para transporte coletivo de passageiros;
  • 3,5% para passeio de carro, caminhão, van de uso misto e utilidade;
  • 4,5% para carros a diesel de oito lugares.

Pará

As alíquotas do IPVA 2019 no Pará são:

  • 2,5% sobre o valor de vendas de carros.
  • 1% para ônibus, ônibus, tratores, motocicletas e também caminhões.

NOTA: Veículos com mais de 15 anos de fabricação estão isentos do pagamento do IPVA 2019 no Pará.

paraiba

As alíquotas do IPVA 2019 na Paraíba são:

  • 2% para veículos comerciais, leves e também motocicletas.
  • 1% para caminhões, ônibus, ônibus, tratores e também motocicletas.

NOTA: Veículos com mais de 15 anos de fabricação estão isentos do pagamento do IPVA 2019 na Paraíba.

Paraná

A alíquota da maior parte da frota, segundo o governo estadual, será de 3,5%. Ônibus, caminhões, fretes, veículos alugados ou aqueles que usam gás GNV pagam 1%.

Para os táxis, os autocarros de transporte urbano, para os deficientes, para o transporte escolar e os fabricados antes de 1998 estão isentos.

Pernambuco

  • Para ônibus, caminhões e cavalos mecânicos: 1% (um por cento)
  • Para motocicleta, ciclomotor, triciclo, quadriciclo, scooter e similares, observou-se a respectiva motorização:

– 1%, no caso de um veículo a motor com menos de 50 cm³;

– 2,5%, no caso de um veículo a motor com um deslocamento até 300 cm³;

– 3% no caso de um veículo a motor com uma cilindrada superior a 300 cm³ até 600 cm³;

– 3,5%, no caso de um veículo a motor com uma cilindrada superior a 600 cm³;

  • Para carros e caminhões, observou-se a respectiva motorização:

– 3%, No caso de um veículo com motor a motor até 180 cv (cento e oitenta cavalos de potência), no período compreendido entre 1 de janeiro de 2016 e 31 de dezembro de 2019;

– 4% no caso de um veículo com motor de potência superior a 180 HP; no período de 1º de janeiro de 2016 a 31 de dezembro de 2019;

  • Para o veículo destinado a locação:

– 1%, desde que: a propriedade ou posse por meio de contrato de locação é um estabelecimento que possui uma atividade de locação exclusiva e exclusiva, devidamente comprovada, e que, a partir de 1º de janeiro de 2016, tem motorização de até 2.000; cm³;

OBS: o estabelecimento que possui uma frota de pelo menos 30 veículos é considerado uma agência de locação de veículos (Lei 15.603 / 2015);

  • Para micro-ônibus e qualquer outro veículo automotivo não incluído nas outras seções deste artigo: 3%.

Piauí

No cálculo do imposto, carros novos usam uma alíquota de 2% do valor presente na fatura.

Para calcular o imposto para os usados, as seguintes alíquotas são usadas:

  • 2% sobre o valor médio total disponível na Tabela FIPE para motocicletas e ciclomotores;
  • 1% do valor médio total constante na tabela FIPE para ônibus e caminhões;
  • 2,5% sobre o valor médio total para outros veículos.

Rio de Janeiro

No caso dos carros flexíveis, a alíquota é de 4%, assim como para a maioria dos carros. Para veículos com GNV, é de 1,5%, enquanto para motocicletas é de 2%.

Rio Grande del Norte

A alíquota do IPVA não foi alterada, em relação a 2018, correspondendo a 3% do valor de mercado do veículo.

Rio Grande del Sur

  • 3% – carros e caminhões;
  • 2% – motocicletas;
  • 1% – caminhões, ônibus, micro-ônibus e carros e caminhões para alugar.

Rondônia

De acordo com a SEFAZ, a alíquota de 2% é aplicada na motocicleta, ciclomotor, triciclo, quadriciclo, scooter e carro de passeio com potência de até mil deslocamentos.

Via terrestre ou veículo utilitário, jipe, pick and truck com cabine fechada ou dupla, veículo aéreo, veículo aquático e outros veículos não especificados possuem um IPVA de 3,0%.

No caso da primeira localização de veículo adquirida em uma concessionária localizada em Rondônia, a taxa planejada é de 0,5%, nos demais a alíquota é de 1%.

Roraima

  • 3% para veículos para caminhada
  • 2% para veículos de carga, motocicletas, ônibus
  • 1% dos veículos usados ​​para o aluguel
  • 0,5% de transporte terrestre

Santa Catarina

  • 2% para veículos, utilitários e autocaravanas, nacionais ou estrangeiras;
  • 1% para veículos de duas ou três rodas e para transporte de carga ou passageiros (coletivo), nacional ou estrangeiro;
  • 1% para veículos para locação, de propriedade de empresas de leasing de automóveis ou alugados por meio de contrato de arrendamento mercantil.

Sergipe

Segundo a Sefaz, a alíquota é de 2,5% para veículos e utilidades. E 3% para veículos acima de R $ 120 mil.

Saint Paul

As alíquotas do imposto permanecem inalteradas para 2019.

    • Veículos a gasolina e biocombustíveis coletarão 4% do valor de mercado.
    • Veículos que utilizam exclusivamente álcool, eletricidade ou gás, embora combinados entre si, possuem uma alíquota de 3%.
    • Os caminhões de cabine dupla pagam 4%.
    • As utilidades (cabine única), ônibus, ônibus, motocicletas, scooters, quads e afins cobram 2% do valor da venda.
  • Caminhões pagam 1,5%.

Tocantins

A alíquota pode variar dependendo do destino e do tipo de veículo (1%, 2% ou 3%).

Onde consultar o valor do IPVA?

No Acre, a consulta é feita pelo site Detran-AC usando o número da placa do veículo e o RENAVAM.

Em Alagoas, a consulta é feita pelo site Sefaz-AL, utilizando o número da placa e o número RENAVAM.

No Amapá, a consulta é feita pelo site do Detran-AP, utilizando o número da placa do veículo e o RENAVAM.

Na Amazônia, a consulta é feita pelo site Sefaz-AM usando apenas o número RENAVAM.

Na Bahia, a consulta é feita pelo site do Detran-BA usando apenas o número RENAVAM.

Aqui no Ceará, a consulta é feita pelo site Sefaz-CE, utilizando a placa ou o número do chassi e o número RENAVAM.

No Distrito Federal, a consulta é feita pelo site do Sefaz-DF, utilizando o número da placa do veículo, o número RENAVAM e o ano de exercício.

No Espírito Santo, a consulta é feita pelo site do Detran-ES usando o número da placa e o RENAVAM.

Em Goiás, a consulta é feita pelo site do Detran-GO, utilizando o número da placa do veículo e o RENAVAM. No entanto, é necessário se cadastrar no site.

No Maranhão, a consulta é feita pelo site Detran-MA usando apenas o chassi ou o número RENAVAM.

No Mato Grosso, a consulta é feita pelo site da Sefaz-MT usando apenas o chassi ou o número RENAVAM e reportando o ano de referência.

No Mato Grosso do Sul, a consulta é feita pelo site do Detran-MS utilizando o número da placa e o número RENAVAM.

Em Minas Gerais, a consulta é feita pelo site do Detran-MG utilizando apenas o número RENAVAM e informando o ano de exercício.

No Pará, a consulta é feita pelo site da Sefa-PA utilizando o nome do fabricante ou modelo do veículo e reportando o ano de referência + ano de fabricação.

Na Paraíba, a consulta é feita pelo site do SER-PB usando a placa de identificação, RENAVAM e CPF ou CNPJ.

No Paraná, a consulta é feita pelo site do Detran-PR utilizando o número RENAVAM e a data de pagamento.

Em Pernambuco, a consulta é feita pelo site do Sefaz-PE utilizando o número da placa do veículo e o RENAVAM.

No Piauí, a consulta é feita pelo site do Detran-PI, utilizando o número da placa do RENAVAM e informando o ano de exercício.

No Rio de Janeiro, a consulta é feita pelo site do Bradesco utilizando apenas o número RENAVAM.

No Rio Grande do Norte, a consulta é feita pelo site do Detran-RN utilizando o número da placa e o número RENAVAM.

No Rio Grande do Sul, a consulta é feita pelo site do Detran-RS utilizando o número da placa e o RENAVAM.

Em Rondônia, a consulta é feita pelo site Sefin-RO usando apenas o número RENAVAM.

Em Roraima, a consulta é feita pelo site Detran-RR usando o número da placa do veículo e o RENAVAM.

Em Santa Catarina, a consulta é feita pelo site do Detran-SC usando apenas o número do CPF ou do CNPJ.

Em Sergipe, a consulta é feita pelo site da Sefaz-SE, utilizando apenas o número RENAVAM e informando o ano de exercício.

Em São Paulo, a consulta é feita pelo site do Sefaz-SP, utilizando o número da placa e o número RENAVAM.

No Tocantins, a consulta é feita pelo site da Sefaz-TO, utilizando o número da placa do veículo e o RENAVAM.

O que é o RENAVAM?

RENAVAM significa o Registro Nacional de Veículos Automotores, que é um sistema que permite conhecer toda a história do veículo, como características, multas, furtos, licenças, etc.

Toda esta informação pertence ao Denatran (Departamento Nacional de Tráfico) que distribui aos Detrans de cada estado.

O código RENAVAM é o número do identificador exclusivo de cada veículo e está impresso na parte superior do seu CRLV (Certificado de Licenciamento do Veículo), conforme indicado na imagem a seguir.

Onde e como pagar o IPVA?

Primeiro, você precisa saber qual o valor que você vai pagar e ter seus documentos do veículo na mão.

Você deve pagar em um banco. Praticamente todos os bancos aceitam pagamentos de impostos, como o IPVA. Os mais comuns são o Banco do Brasil, o Itaú e o Bradesco.

Se o Detran do seu estado tiver uma associação com um banco, será mais fácil descobrir os dados de pagamento e, assim, efetuar o pagamento online; basta acessar o site / aplicativo ou os terminais de autoatendimento. Simples, certo?

Se você não puder pagar on-line, pegue os cartões de pagamento e escreva o código de barras no site / aplicativo. Imprima o guia e pague em um centro de serviços.

Para quem sempre paga as contas em dia, temos boas notícias: pagar o IPVA no dia correto garante um desconto. Como expliquei nos tópicos anteriores, o valor do desconto depende de estado para estado.

Verifique o valor de desconto de cada estado para o IPVA 2019:

status coragem
acre 10%
Alagoas 10%
Amapá 20%
Amazon 20%
Bahia 10%
Ceará não foi divulgado
Distrito Federal não foi divulgado
Espirito Santo 5%
Goiás não foi divulgado
Maranhão 10%
Mato Grosso 5%
Mato Grosso do Sul 15%
Minas Gerais 3%
Para não foi divulgado
paraiba 10%
Paraná 3%
Pernambuco 7%
Piauí 15%
Rio de Janeiro 3%
Rio Grande del Norte 5%
Rio Grande del Sur 3%
Rondônia 10%
Roraima não há desconto
Santa Catarina não há desconto
Sergipe 10%
Saint Paul 3%
Tocantins 10%

IPVA 2019 parlamento por estado

É até possível parcelar o valor, mas as regras também variam de estado para estado.

Em caso de acidente,

acre

No Acre, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 10% ou em três parcelas, de acordo com o número final da chapa. As parcelas não podem ser inferiores a R $ 50.

Alagoas

Em Alagoas, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com 10% de desconto ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa. As parcelas não podem ser inferiores a R $ 100.

Amapá

No Amapá, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com um desconto de 20% ou em até seis parcelas.

Amazon

Na Amazônia, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com 20% de desconto ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa.

Bahia

Na Bahia, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 10% ou em até três parcelas, de acordo com o número final da chapa.

Existe ainda a opção de pagamento com desconto de 5% para quem fizer a aprovação da gestão do valor integral no dia do vencimento da primeira das três parcelas do parcelamento padrão.

Ceará

No Ceará, o pagamento pode ser feito em uma única parcela ou em até três parcelas, de acordo com o número final da chapa. Nenhum desconto foi relatado.

Distrito Federal

O IPVA 2019 na Cidade do México pode ser parcelado em até quatro vezes, desde que o valor não seja inferior a R $ 50. Com isso, se o imposto de 2019 for inferior a R $ 100, o ingresso deverá ser pago em trama única. Nenhum desconto foi relatado.

Espirito Santo

No Espírito Santo, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com um desconto de 5% ou até quatro vezes, de acordo com o número final da chapa.

Goiás

Em Goiás, o pagamento pode ser feito em uma única parcela ou em até três parcelas, de acordo com o número final da chapa. Nenhum desconto foi relatado.

Maranhão

No Maranhão, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 10% ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa.

Mato Grosso

Em Mato Grosso, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 5% ou em até dois lotes, de acordo com o número final da chapa.

Existe ainda a opção de pagamento com desconto de 3% para quem fizer a aprovação da gestão do valor integral no dia do vencimento da primeira das três parcelas do parcelamento padrão.

Mato Grosso do Sul

No Mato Grosso do Sul, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com um desconto de 15% ou até cinco vezes, de acordo com o número final da chapa.

Minas Gerais

Em Minas Gerais, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 3% ou até três vezes, conforme o número final da chapa. As parcelas não podem ser inferiores a R $ 150.

Para

No Pará, o pagamento pode ser feito em uma única parcela ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa. Nenhum desconto foi relatado.

paraiba

Na Paraíba, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com 10% de desconto ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa.

Paraná

No Paraná, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 3% ou até três vezes, conforme o número final da chapa.

Pernambuco

Em Pernambuco, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 7% ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa.

Piauí

No Piauí, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com um desconto de 15% ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 3% ou até três vezes, conforme o número final da chapa.

Rio Grande del Norte

No Rio Grande do Norte, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 5% ou até cinco vezes, conforme o número final da chapa.

Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 3% ou até três vezes, conforme o número final da chapa.

O primeiro lote tem um desconto de 3%, o segundo 2% e o primeiro 1%.

Para quem não teve multas no período entre novembro de 2015 e outubro de 2018 (três anos), a redução será de 15%.

E que não teve multa depois de novembro de 2016, recebe um desconto de 10% (dois anos) e, após novembro de 2017 (um ano), tem direito a um benefício de 5%.

Rondônia

Em Rondônia, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com 10% de desconto ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa.

Quem paga o valor total no dia da segunda parcela receberá um desconto de 5%.

Roraima

Em Roraima, o pagamento pode ser feito em uma única parcela ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa. Não haverá desconto.

Santa Catarina

Em Santa Catarina, o pagamento pode ser feito em uma única parcela ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa. Não haverá desconto.

São Paulo

Em São Paulo, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com desconto de 3% ou até três vezes, conforme o número final da chapa.

Sergipe

Em Sergipe, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com 10% de desconto ou até três vezes, de acordo com o número final da chapa.

Tocantins

No Tocantins, o pagamento pode ser feito em uma única parcela com 10% de desconto ou até quatro vezes, de acordo com o número final da chapa.

Como pagar o IPVA atrasado?

Se você se esqueceu de pagar ou não tinha dinheiro naquele momento, não se preocupe, existe uma maneira de pagar o IPVA atrasado.

Entre no site do Detran do seu estado e procure pelas pistas do seu veículo. Naturalmente, parecerá que você não pagou o IPVA. Em seguida, imprima o guia de pagamento que será atualizado com juros e correções monetárias.

Depois de seguir os passos do tópico sobre como pagar o IPVA 2019, mas lembrando que você não tem mais direito de desconto.

Caso deseje parcelar o IPVA atrasado, por favor, apareça na Sefaz em que seu veículo está vinculado com os documentos originais do veículo, CPF e RG. Lá, o cliente informará as propostas de pagamento, bem como a subdivisão.

Além disso, evite atrasar o pagamento do IPVA, pois existem vários riscos, como não conseguir fazer o licenciamento do veículo e ser negado.

conclusão

Embora pareça um pouco complicado entender a logística do IPVA, você só precisa realmente entender o estado ao qual seu veículo pertence.

É importante que no final do ano você esteja ciente das notícias do estado para ficar dentro de possíveis mudanças no IPVA. Como você deve ter percebido, os preços nem sempre continuam os mesmos.

Lembre-se: tente pagar o IPVA ao máximo no dia correto para não causar danos no futuro. E se o orçamento estiver apertado, opte por distribuir.

Além disso, espero que o nosso artigo tenha ajudado a tirar todas as suas dúvidas, e se ainda houver alguma, apenas deixe um comentário pedindo que teremos o prazer de responder.

Leave a Response