close
Negocios

Como desenvolver um Funil de Vendas para sua loja

O Funil de Vendas consiste em uma representação gráfica da jornada de compra do cliente, sendo possível acompanhar em qual etapa ele se encontra, isto é, se está mais afastado ou mais próximo de fechar uma compra.

 

Para empresas que trabalham com Inbound e Marketing Digital, o funil de vendas é um dos conceitos primordiais para melhorar os resultados das campanhas. 

 

Afinal, ao conhecer a jornada do cliente, é possível montar estratégias mais direcionadas e assertivas.

 

O artigo de hoje irá mostrar como desenvolver um funil de vendas para sua loja e dar dicas de como implementar a estratégia. Ficou interessado(a)? Então, acompanhe o artigo!

O que é o funil de vendas?

O funil de vendas, também chamado de pipeline, é um modelo estratégico que mostra a jornada do cliente, desde o primeiro contato com a sua loja, até o fechamento do negócio, ou seja, a compra do produto ou serviço – em alguns casos, o funil inclui o pós-venda.

 

Por exemplo, uma empresa de remédio manipulado para emagrecer pode usar o funil de vendas para acompanhar o cliente, a partir do momento em que ele tem o conhecimento da sua solução – que pode ser por meio da internet – até a compra do medicamento.

 

Assim, por meio do funil de vendas, a sua loja pode usar alguns gatilhos que conduzem os clientes no caminho da compra, influenciando as decisões do consumidor e contribuindo para aumentar as perspectivas de venda.

 

É importante dizer que a compra não é um processo homogêneo, mas sim, ocorre por etapas. Por isso, para determinar o nível de maturidade do cliente em relação ao fechamento do negócio, é preciso conhecer em qual estágio do funil de vendas ele está.

 

Sendo assim, as etapas são:

 

  • Topo do funil (ToFu);
  • Meio do funil (MoFu);
  • Fundo do funil (BoFu);
  • Pós-venda (em alguns casos).

 

No topo do funil está a etapa da consciência, ou seja, quando o cliente acabou de ter contato com a sua loja. Por exemplo, quando uma pessoa lê um artigo sobre cabeamento cftv e, de repente, descobre que tem a necessidade desse serviço.

 

Por isso, no topo do funil devemos fornecer materiais que ajudem o visitante a identificar o problema e compreender mais sobre às suas necessidades. 

 

Desse modo, se houver outras dúvidas sobre o assunto, ele pode procurar a sua loja.

 

Já o meio do funil é a etapa do reconhecimento do problema. Nesta fase, lidamos com os leads (potenciais clientes), que são as pessoas que já sabem que possuem um problema e passam a considerar várias soluções, como a compra de um produto ou serviço.

 

Aqui é importante oferecer materiais e conteúdos mais aprofundados sobre o assunto. Por exemplo, um e-book que trata sobre a instalação do piso de madeira maciça, em troca do e-mail do visitante.

 

No fundo do funil, estamos lidando com os leads qualificados, isto é, os visitantes que estão bem próximos de realizar a compra. 

 

Por isso, agora é o momento de mostrar os diferenciais da sua loja, as vantagens do seu produto e mostrar o porquê o seu negócio é melhor que o da concorrência.

 

Por fim, temos a etapa do pós-venda. Aqui, o cliente já realizou a compra, mas é preciso fidelizá-lo. Para isso, o mais recomendável é manter o compromisso com o público de oferecer materiais informativos.

 

Por exemplo, se o cliente fez a compra de uma mini câmara fria, vale a pena inscrevê-lo em uma newsletter para receber notícias sobre o equipamento, entre outras curiosidades que possam ser relevantes.

E como colocar o funil de vendas em prática?

Depois de conhecer como é o funcionamento do funil de vendas, chegou a hora de pensar em como usar a estratégia na sua loja e, com isso, colocar em prática a operação para obter resultados positivos.

 

É recomendável começar pela definição de indicadores de performance e as taxas de conversão entre as etapas do funil. Ou seja, perceber quais são os gatilhos que influenciam mais seus clientes.

 

Além disso, também é importante conhecer mais sobre Marketing de Conteúdo, já que a oferta e produção de material relevante será o primeiro passo para a conquista de novos clientes, bem como para a conversão de leads.

 

Lembre-se de sempre buscar por informações confiáveis e desenvolver conteúdos diversificados, como artigos em blogs, e-books, webinars, e-mail marketing, entre outros.

Conclusão

O funil de vendas é um modelo estratégico que nos ajuda a compreender qual o nível de maturidade do cliente em relação ao momento de compra e, assim, criar técnicas para influenciá-lo a andar por esse caminho até o fechamento do negócio.

 

Por conta disso, essa estratégia tem sido muito usada no Inbound Marketing, devido aos ótimos resultados de conversão de leads e aumento das vendas.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Amandha Torres

The author Amandha Torres

Amandha Torres é planejadora financeira da Alphaps Version. Formada em Engenharia pela Universidade de Federal de Santo André. Trabalhou em diversas empresas de grande porte e possui vasta experiência no mercado financeiro e imobiliário.

Leave a Response