close

Produtividade

Produtividade

Organização do ambiente de trabalho é essencial para motivação

Manter organização do ambiente de trabalho garante vida profissional com foco nos objetivos.

Salários mais atrativos, possibilidade de comissão e pacotes de benefícios já foram as principais formas adotadas pelas empresas para instigar a motivação dos funcionários e mantê-los na organização. A fórmula foi massivamente empregada por algum tempo, sobretudo no Brasil. Difícil é, contudo, afirmar que os empregados realmente se mantinham estimulados após tais medidas.

Se antes já era difícil precisar a efetividade de tais soluções, hoje elas parecem realmente não surtir efeito algum. Oferecer dinheiro extra ou aumentar o valor de percentuais e vales-refeição constam como itens menos valorizados na lista de fatores capazes de contentar um colaborador. Motivação profissional também depende da organização do ambiente de trabalho.

Um bom arranjo corporativo pressupõe a ação do gestor, que precisa, primeiramente, deixar muito clara a função de cada um dentro do departamento. A motivação profissional ligada à organização do ambiente de trabalho requer também o estabelecimento de objetivos individuais. Alcançar essas metas está diretamente ligado à qualidade de vida do profissional, que deve se sentir feliz com o seu empenho laboral.

Objetivos e organização do ambiente de trabalho

O empregado precisa saber o que a companhia quer e o que espera dele – caso contrário, pode se sentir “fora do contexto” e desanimar-se. Ao alcançar as metas estabelecidas, deve ser elogiado por seu desempenho e receber um novo desafio, que por sua vez deve novamente ser exequível.

De igual maneira, a organização do ambiente de trabalho que gera motivação profissional possibilita a ascensão de carreira daqueles que se dedicam ao empreendimento. Portanto, as regras e os processos de promoções da empresa precisam ser transparentes e suficientemente claros para que o funcionário se empenhe em percorrer os caminhos necessários para alcançar cargos mais importantes, se este for seu intento.

Organização do ambiente de trabalho ajuda a ter motivação. Foto: Shutterstock

Aspectos de higiene também podem interferir nessa questão pois, acredite, há empresas que não se dão conta da importância da organização do ambiente de trabalho. Banheiros mal limpos e ambientes pouco conservados podem desacorçoar o trabalhador a representar bem a companhia quando lhe for demandado.

Ter um local para relaxar no intervalo para o almoço e uma cantina para tomar um cafezinho durante a jornada podem dar a ideia de que a empresa montou uma estrutura para bem receber os que a ela são fieis.

Cursos para auxiliar na motivação profissional

Ao subsidiar cursos de capacitação e atualização, a corporação, de novo, deve respeitar uma lógica ou ordem, de modo que todos tenham oportunidade de se aprimorar, cientes de quando será seu turno. A organização do ambiente de trabalho neste aspecto costuma ser bem vista e até bastante efetiva para a motivação profissional.

O estímulo de cada colaborador tem, mais uma vez, relação com as lideranças. Ao buscar os valores e condutas que motivam cada um de seus subordinados, o chefe tem mais condições de mantê-los engajados. Se um profissional não parece satisfeito em um departamento, apesar de suas habilidades de comunicação e negociação, por exemplo, por que não avaliar as chances de reter o talento em outro setor?

Ao alinhar expectativas individuais às possibilidades existentes dentro de uma companhia, não há dúvidas de que ambos saem ganhando: o funcionário, que se sente mais respeitado e valorizado como sujeito; e empregador, que passa a notar a expansão de seus índices de produtividade, logo também de lucratividade.

leia mais
Produtividade

Mente fértil: aprenda a ter ideias criativas

Ideias criativas podem ser solução para problemas cotidianos.

Você sabia que a criatividade não é apenas uma habilidade inata? Estimular a imaginação, pensar de forma diferente e ter ideias criativas pode ser mais fácil do que você imagina. Mas, como em qualquer outra área, você só vai atingir seu objetivo com a prática.

Ideias criativas para problemas do dia-a-dia

Uma das qualidades mais citadas entre empresário que entrevistam candidatos a vagas de emprego é a capacidade de criar soluções para os problemas do dia-a-dia da companhia. Nesse contexto, um profissional que tem ideias criativas pode se destacar com facilidade no mercado de trabalho. Só que encontrar esse profissional, dizem os administradores, não é tão simples.

De onde vêm as ideias criativas

Embora muitos fiquem esperando pela inspiração, especialistas apontam que a criatividade nada mais é do que a associação consciente (ou inconsciente) de ideias que já existem e que, juntas, formam algo inovador. A máxima “nada se cria, tudo se copia” pode ser posta em prática. É interessante entender, então, que as ideias criativas são a associação inédita de elementos que não são novos separadamente, mas que produzem novos significados em conjunto.

Por isso, a fim de principiar sua jornada rumo às ideias criativas e buscar um currículo com cases de destaque, o melhor é começar com um problema e bolar alternativas para lidar com ele. Se for difícil, pegue uma folha de papel e resuma o problema em uma frase. Agora, com a caneta, comece a rabiscar a folha de papel em busca da melhor solução.

Faça flechas, escreva palavras relacionadas ao assunto, desenhe. Liberte sua mente para começar a pensar “fora da casinha”. Assim, não descarte propostas – apenas circule ou enalteça de alguma forma as ideias criativas. Você vai descobrir, aos poucos, que a maior culpada pela falta de criatividade é a censura – normalmente autoimposta.

Foto: Shutterstock

Técnicas para buscar as ideias criativas

Conheça agora algumas técnicas que vão ajudá-lo a desenvolver sua imaginação e aplicá-la à resolução de problemas através de ideias criativas:

Comparações e metáforas

Concentre-se no problema e estabeleça uma comparação com algo que tenha semelhanças.

Associação de ideias

Permita que a mente faça associações livres de palavras, conceitos ou objetos podendo gerar impulsos de criatividade.

Inversão dos pressupostos

Ao termos uma imagem invertida dos pressupostos mais básicos, encontramos novas abordagens para os problemas alcançamos, enfim, ideias criativas.

Listagem de atributos

A técnica usa uma listagem de atributos que nos obriga a analisar aspectos que normalmente passam despercebidos.

Brainstorming

Quando necessita de respostas rápidas a questões relativamente simples, o brainstorming é uma das técnicas mais populares e eficazes. Durante as sessões, existe um líder que a prepara e organiza, define seus objetivos e reúne um grupo de pessoas numa sala. No processo, todos podem falar e dão ideias – nada de censura. É utilizado, por exemplo, no processo de roteirização de seriados de comédia americanos.

Brainwriting

Corresponde a uma versão silenciosa do brainstorming. Ao retirar a interação oral, elimina a possibilidade de o líder do grupo favorecer determinados participantes mais ativos e extrovertidos. Permite que todas as pessoas tenham ideias criativas simultaneamente e possam desenvolver as ideias dos outros participantes.

Intuição consciente

Entre as duas técnicas de intuição existentes estão, a visualização e a imaginação. Para a primeira, é necessário relaxar e tentar visualizar o problema, bem como, em seguida a solução.

Desenhos

A técnica consiste em sentar-se e desenhar sua interpretação do problema. Com o desenho, libertam-se as ideias criativas.

Divagação

Promove a imaginação, pois permite que a sua mente perambule por lugares pouco visitados. Ocorre em quatro fases: a divagação inicial, a criação de analogias, a avaliação das analogias e a partilha das conclusões com o grupo.

Mapa mental

O objetivo desta técnica é dar a maior liberdade possível à mente. Desenha-se, assim, um mapa de ideias. Circulam-se frases, fazem-se analogias, associam-se conceitos e criam-se conexões onde antes havia um vazio.

Construção de cenários

Promove a ponderação de diversos fatores a fim de imaginar as tendências de evolução de um negócio. Normalmente os cenários são utilizados para conceber estratégias de atuação alternativas, envolvendo com frequência uma análise posterior mais objetiva.

Você têm algumas outras técnicas para liberar sua imaginação? Quais são suas dificuldades ou resultados? Compartilhe com agente.

leia mais