close
Negocios

5 dicas para trabalhar o foco no cliente dentro da sua empresa

Administrar o estresse é essencial para o dia a dia no trabalho. Foto: iStock, Getty Images

Muitos empresários costumam fazer uma confusão com o conceito do foco no cliente.

Praticar o foco no cliente não significa que você vai precisar “pegar no pé” do seu cliente em todos os momentos.

Na verdade, o foco no cliente não tem nada a ver com perseguir os seus clientes.

Henry Ford, um teórico muito famoso do campo da Administração de Empresas, desenvolveu uma das mais famosas linhas de produção de carros em massa. Esse modelo de produção ficou conhecido como Ford modelo T. E tinha uma característica principal. Todos os carros produzidos eram pretos.

O próprio Henry dizia que as pessoas podiam querer carros de toda cor, desde que o carro fosse preto.

Ou seja, o foco de Henry Ford era no produto, e não no cliente.

Então, o que é ter foco no cliente? Continue lendo logo em seguida para descobrir mais sobre esse conceito!

Foco no Cliente – O seu cliente precisa ser ouvido

Com o passar do tempo, percebeu-se que o modelo de foco no produto proposto por Henry Ford não era lá tão eficiente para todas as demandas que foram surgindo posteriormente.

Com isso, novos modelos de produção foram sendo criados e desenvolvidos. E assim, uma longa jornada para se chegar na criação do conceito de Foco no Cliente aconteceu.

A Teoria da Administração de Empresas já passou por uma série de etapas durante o seu desenvolvimento.

Em certo momento, o foco era na produção. Nessa fase, a eficiência era o principal objetivo. Portanto, ela precisava ser atingida a qualquer custo.

Também houve a etapa do foco na qualidade. Nessa época, era comum que as demandas atuais do mercado fossem ignoradas. Tudo para se atingir o chamado “nível zero” de falhas no processo.

Atualmente, o conceito que melhor atende à realidade do mercado como um todo é, de fato, o conceito do foco no cliente.

É claro que o conceito de foco no cliente também passou por várias transformações ao longo do tempo. Trata-se de um conceito que foi ajustado e melhorado para que pudesse ser adaptado às demandas mais recentes do mercado.

Foco no Cliente – 5 dicas práticas para aplicar na sua empresa

Nunca se esqueça de que conhecer profundamente o seu cliente faz toda a diferença na hora de vender o seu produto ou oferecer os seus serviços.

Atender as necessidades dos seus clientes deve ser a prioridade de uma empresa. E para saber como fazer isso na sua empresa, confira as dicas logo a seguir.

 

Você tem muito a aprender com os pequenos negócios

 

Engana-se quem pensa que apenas as grandes empresas tem algo a ensinar.

Quando se trata de valorizar as necessidades do cliente, o pequeno comerciante tem muito a servir de exemplo.

Afinal, esses pequenos negócios costumam ter uma relação mais próxima dos seus clientes. É muito comum, inclusive, que pequenos comerciantes conheçam os seus clientes pelo nome.

De fato, os pequenos negócios sabem muito sobre como manter um relacionamento próximo dos seus clientes.

Por isso, não tenha medo de aprender com o dono de um mercadinho ou com o verdureiro. Há muito que esses profissionais podem ensinar para quem está no mercado há tempos, mas ainda não aprendeu a se aproximar dos seus próprios clientes.

 

Construa uma cultura de relacionamento com os seus clientes

 

Construir uma cultura de relacionamento com o cliente dentro da sua empresa é um dos principais passos que você deve tomar.

Quando você toma esse tipo de atitude, os seus colaboradores terão mais chance de entender o quanto esse tipo de relacionamento é importante.

É preciso sair do campo do discurso e criar soluções que realmente serão colocadas em prática por toda a equipe.

Para fazer isso, não basta colocar uma placa em cada departamento afirmando que o cliente deve ser valorizado. Somente isso não é o suficiente.

Você precisa estabelecer isso como uma experiência dentro da sua empresa e espalhar esse espírito de foco no cliente para todos os membros da sua força de trabalho, sem exceções.

 

Incentive a troca de informações e de experiências

 

O compartilhamento de experiências dentro da equipe faz toda a diferença para que a equipe cresça junto.

Depois de fechar um grande contrato ou de conseguir um bom cliente, é bastante benéfico que a equipe converse e avalie o que foi feito para se chegar ao sucesso na contratação.

Da mesma forma, quando o desempenho fica abaixo do esperado, ou quando um grande cliente é perdido, também se torna útil conversar sobre o que aconteceu. Saber porque os resultados não foram atingidos.

Se for preciso, faça uma reunião. Mas sem pressão ou acusações. É possível que a equipe pratique a autoavaliação, se o ambiente por propício para isso.

É preciso identificar quais foram os fatores que levaram ao afastamento do cliente para com a empresa. E quando isso for feito, a equipe poderá se esforçar para corrigir os erros do passado e elevar o seu foco no cliente no futuro.

 

Faça pesquisas de satisfação com o cliente

 

As pesquisas de satisfação do cliente são um método que, há muito tempo, é utilizado dentro das empresas.

Porém, isso não quer dizer que esse método está ultrapassado, ou que não deve mais ser utilizado.

Pelo contrário, as pesquisas de satisfação do cliente continuam sendo muito úteis para descobrir qual é a percepção que o seu cliente tem da sua empresa.

Em muitos casos, o seu cliente se sente intimidado a dizer pessoalmente como se ele se sente em relação aos seus produtos e serviços.

E quando você dá a oportunidade para que o cliente se expresse em uma pesquisa como essa, você acaba descobrindo quais são os seus pontos fortes e os seus pontos fracos na perspectiva de quem consome os seus produtos/serviços.

 

Contrate pessoas que tem o perfil de foco no cliente

 

Infelizmente, a realidade é que muitos vendedores compartilham de uma visão muito limitada sobre o foco no cliente.

Nem sempre a empresa tem o perfil adequado de vendedor para priorizar os seus clientes.

É muito comum que a capacitação de um vendedor, nesse sentido, seja falha.

Por isso, contrate membros para a sua equipe que, de fato, entendam que o cliente deve ser valorizado em todas as situações.

Um vendedor não deve entrar em guerra com o seu cliente. Se isso acontecer, a imagem da sua empresa vai sofrer as consequências.

Se identificar que um membro da sua equipe não está cumprindo o foco no cliente como deveria, uma boa opção é capacitar esse funcionário. Ou seja, treiná-lo para que não insista no erro de não praticar o foco no cliente.

Essas foram as 5 dicas práticas para que você consiga implantar o foco no cliente na sua empresa. Se o seu negócio está precisando desse despertar, comece o quanto antes. Afinal, o seu cliente não quer e não deveria ficar esperando.

 

Leave a Response