close
Negocios

5 dicas de endomarketing para empresas do ramo de casa e construção

Atualmente nenhuma empresa pode ignorar a importância de manter seus funcionários não apenas satisfeitos, mas dispostos a defenderem aquela marca. A única maneira de garantir isso é por meio do endomarketing.

Também conhecida como marketing institucional, essa estratégia visa diminuir as taxas de rotatividade de funcionários, aumentando a qualidade da relação entre as partes.

No segmento de casa e construção não poderia ser diferente: é preciso muito esforço para atingir esse objetivo. Se você quer entender como fazê-lo, siga adiante na leitura.

1. O papel da comunicação

O primeiro passo é, e sempre será, o da comunicação interna. A cultura da verticalização, que cria regras em excesso, pode trazer excelência, mas é preciso cuidado.

Sempre que as regras se tornam engessadas demais, o ambiente acaba inibindo os funcionários em termos de sugestões e críticas, mesmo as construtivas.

A melhor solução é a da cultura horizontal, que crie várias reuniões participativas onde seja possível todos agregarem e ajudarem na melhoria dos processos diários.

A entrega ou instalação de um Piso Industrial Epóxi pode trazer problemas que um gerente ignora, a não ser que dê ouvidos aos que operam diretamente com essa parte do serviço.

Ou seja, se os gestores se fecham demais na área estratégica, e perdem o horizonte do operacional rotineiro, correm o risco de perderem também a liderança.

2. Como integrar toda a equipe

Outra iniciativa muita parecida com a das reuniões participativas é a das estratégias de integração entre todos os membros da equipe.

Todo funcionário produz melhor quando se sente parte de uma missão mais abrangente. O famoso “vestir a camisa” da empresa passa necessariamente por essa identificação.

Ao mesmo tempo, não é possível fazer isso sem autênticas relações humanas. O desafio é não cair no excesso da intimidade, e nem no da formalidade fria e exagerada.

A solução depende do tamanho da empresa. Como o endomarketing é indicado para marcas de qualquer porte e estágio de evolução, é possível adaptar.

Se a empresa ampliou seu portfólio de Piso Laminado Branco, por exemplo, isso já pode ser razão para uma festa ou comemoração que inclua a todos.

Se há barreiras quanto a valores, um simples happy hour também pode suprir a necessidade de relação humanizada, que é o foco da estratégia.

3. Aplicando pesquisas de satisfação

Um dos elementos mais desafiadores no endomarketing é o de reatar a confiança. Ou seja, uma vez perdida, por qualquer uma das partes, não costuma ser fácil reconquistá-la.

Mas há um modo organizacional de fazer isso, que é por meio de pesquisas de satisfação.

O fundamental dessa dica é que essas pesquisas sejam objetivas, sinceras e gerenciadas por um setor da empresa que dê ao funcionário toda a disposição e espaço de abrir-se.

Por exemplo, um funcionário que já reclamou várias vezes do método que a empresa usa na aplicação de tela de proteção para gatos pode ter desistido de se expressar para o gerente, o que não ocorrerá se a pesquisa vier do RH.

4. A essência do plano de carreira

Uma maneira infalível de demonstrar aos colaboradores que a empresa pensa neles e quer que todos se desenvolvam é por meio dos planos de carreira.

Há divisões tradicionais que independem do segmento daquela marca e até da área de atuação de cada funcionário. São elas:

  • Auxiliares;
  • Assistentes;
  • Coordenadores;
  • Analistas;
  • Diretores.

Sempre que a empresa demonstra que as vagas preenchidas podem depender também do esforço individual, e não apenas de decisões arbitrárias e de relações viciadas, os colaboradores passam a almejar cada vez mais resultado.

5. Por que inovar nos benefícios?

Se existe um modo imediato de aumentar a satisfação dos colaboradores e diminuir a taxa de rotatividade, trata-se dos benefícios e da remuneração.

Esta dica aparece em quinto lugar, pois seria um erro imaginar que apenas isso resolveria todos os problemas de uma cultura organizacional mal firmada.

Contudo, é preciso lembrar que os funcionários têm suas responsabilidades pessoais e precisam não apenas de boa remuneração, ou de benefícios como alimentação, transporte e plano médico, mas de muito mais.

Não importa se o funcionário passa o dia vendendo parafusos e disjuntor para dois chuveiros no balcão da loja, ou se faz reuniões de expansão de uma rede de casa e construção, sua demanda por lazer, bem-estar e qualidade de vida é a mesma.

Por isso mesmo, investir em parceria com academias, estádios, teatros, parques e eventos dessa natureza favorecem incrivelmente a relação entre as partes.

Tudo isso deixa bem claro como o endomarketing pode melhorar a qualidade da relação entre uma empresa e seus funcionários, desde os mais novos e operacionais até os mais estratégicos e essenciais na missão da marca.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Amandha Torres

The author Amandha Torres

Amandha Torres é planejadora financeira da Alphaps Version. Formada em Engenharia pela Universidade de Federal de Santo André. Trabalhou em diversas empresas de grande porte e possui vasta experiência no mercado financeiro e imobiliário.

Leave a Response